Certificação Tier

Sistema Tier Classification

Tiers é a linguagem global do desempenho do desempenho do datacenter

Sistema Tier Classification

O Uptime Institute criou o padrão do Sistema Tier Classification como meio de avaliar efetivamente a infraestrutura de datacenters em termos de exigências de negócios para a disponibilidade de sistema. O Sistema Tier Classification oferece à indústria de datacenter um método consistente de comparar instalações únicas e personalizadas com base no desempenho ou tempo de funcionamento esperado da infraestrutura do site. Além disso, os Tiers permitem que as empresas alinhem seu investimento em infraestrutura de datacenter às metas de negócios específicas das estratégias de crescimento e de tecnologia.

O Tier Standard para a Infraestrutura de datacenter: A topologia define as exigências e os benefícios de quatro classificações de Tier distintas para a infraestrutura de datacenter. Cada Tier se alinha a uma função específica no mundo de negócios e estabelece os critérios apropriados para energia, resfriamento, manutenção e capacidade de suportar uma falha. Tiers são progressivos; cada Tier incorpora as exigências de todos os Tiers mais baixos. Além disso, os Tiers foram comprovados como um padrão de indústria significativo, já que permitem uma variedade de soluções, possibilitando que a flexibilidade cumpra com as metas de desempenho, bem como com a conformidade com estatutos, códigos e regulamentações. Os Tiers encorajam soluções inovadoras em engenharia e reconhecem que todos os datacenters não são parecidos e não precisam ser.

Tier I e Tier II são soluções táticas, normalmente impulsionadas mais por requisitos de custo inicial e de tempo de comercialização do que por requisitos de custo de ciclo de vida e de desempenho (tempo de funcionamento). As organizações que selecionam Tier I e Tier II normalmente não dependem da entrega de produtos e serviços em tempo real para uma parte significativa de seu fluxo de renda. Geralmente, essas organizações são protegidas em contrato de danos resultantes da falta de disponibilidade no sistema. Exigências rigorosas de tempo de funcionamento e viabilidade a longo prazo são normalmente o motivo para escolher soluções estratégicas na infraestrutura de site Tier III e Tier IV. As soluções de infraestrutura de site Tier III e Tier IV também têm uma vida útil efetiva para além da exigência de TI atual, e são normalmente utilizadas por organizações que conhecem os custos de uma ruptura - em termos de dólares - e o impacto sobre a fatia de mercado e metas imperativas continuadas da missão.

Topologia é a infraestrutura do datacenter, e Operational Sustainability é o gerenciamento do datacenter, mas ambas são necessárias para alcançar objetivos. A Operational Sustainability é definida como os comportamentos e riscos por trás da topologia do projeto que têm impacto sobre a capacidade de um datacenter de cumprir seus objetivos de negócios ou as metas imperativas de sua missão a longo prazo. O Tier Standard: Operational Sustainability é uma metodologia objetiva para que proprietários de datacenters alinhem o programa de gestão de instalações com o Tier específico da infraestrutura de site instalada a fim de alcançar os objetivos de negócios da organização ou as metas imperativas da missão. Tier Standard: A Operational Sustainability estabelece os comportamentos e riscos por trás do Sistema Tier Classification (I, II, III, e IV) que têm impacto sobre o desempenho do datacenter a longo prazo. Tier Standard: A Operational Sustainability unifica os comportamentos de gerenciamento de site com a funcionalidade de Tier da infraestrutura do site.

Tier Standard do Uptime Institute: Topologia e Tier Standard: A Operational Sustainability estabelece um conjunto consistente de critérios de desempenho que podem ser satisfeitos e adjudicados em âmbito mundial. Para que o projeto, a implementação e a operação sustentada do datacenter sejam bem-sucedidos, fatores e exposições adicionais também deverão ser considerados pelo proprietário e pela equipe do projeto. Muitos desses fatores e exposições serão determinados pelo local do site, bem como por considerações e/ou regulamentações locais, nacionais ou regionais. Por exemplo, códigos de construção e Autoridades competentes (AHJs - Authorities Having Jurisdiction); abalos sísmicos; condições meteorológicas extremas (ventos fortes, furacão); inundações; usos de propriedade adjacente; sindicato ou outra força de trabalho organizada; e/ou segurança física (seja como política corporativa ou garantida pelas imediações).

Devido às diversas opções de design e de gerenciamento que podem ser determinadas pelo proprietário, reguladas pelo governo local, recomendadas por grupos da indústria ou seguidas como prática geral, não será viável que o Tier Standard: Topologia e Tier Standard: Operational Sustainability estabeleça critérios para estes fatores e exposições adicionais em todo o mundo. E o Uptime Institute não deseja deslocar ou confundir a orientação de especialistas locais, que são fundamentais para a entrega do projeto dentro do prazo, para a conformidade com as normas e a implementação de melhores práticas.

Para um projeto bem-sucedido, o Uptime Institute recomenda que a equipe de projeto crie um catálogo abrangente de exigências de projeto que incorpore o Tier Standard: Topologia, Tier Standard: Operational Sustainability, e medidas de atenuação destes fatores e exposições adicionais cuidadosamente consideradas. Esta abordagem vai garantir que o projeto cumpra os objetivos de conformidade dos padrões internacionais do Uptime Institute, bem como com restrições locais e com o caso de negócios do proprietário.


Certificação Tier implica responsabilização em âmbito mundial

Certificação Tier

A Uptime Institute Professional Services é a única empresa licenciada para classificar e certificar projetos, instalações construídas e operações contínuas em relação ao Sistema Tier Classification do Uptime Institute e a critérios de Operational Sustainability. A Certificação Tier relaciona a disponibilidade de infraestrutura à topologia. A certificação oferece garantias de que não haverá quedas ou links fracos em qualquer lugar na infraestrutura do datacenter. Não há uma maneira efetiva de garantir consistência nos conceitos de engenharia em um nível detalhado e permitir atalhos ou substitutos. O processo de Certificação Tier foi desenvolvido tendo em mente as consequências de possíveis falhas – em termos de investimento em infraestrutura e de percepção de mercado.

O processo de Certificação Tier é incorporado sem interrupções à programação do projeto. Os serviços oferecem resultados viáveis à medida que a solução se desenvolve de um conceito para um design até a implementação e a transição para operações.

  • Uma Tier Gap Analysis identificará problemas em nível financeiro para alcançar o objetivo de Tier
  • A Certificação Tier de documentos de projeto oferece uma análise aprofundada do pacote de documento de 100% do projeto
  • A Certificação Tier de instalações construídas construída é uma verificação no local da infraestrutura instalada
  • A Certificação Tier de Sustentabilidade Operacional avalia a presença e a eficiência de gerenciamento e operações

A Certificação Tier de documentos de projeto é um pré-requisito para a Certificação Tier de instalações construídas. A Certificação Tier de instalações construídas é um pré-requisito para a Certificação Tier de sustentabilidade operacional.

A atual lista de clientes com classificações de Tier oficiais inclui organizações líderes na indústria em todo o mundo. Clique no link à direita para visualizar o mapa e organizar por tipo de Certificação, por Tier, por Cliente ou por país.


Expansível Entre em contato conosco

Pergunte aos especialistas
Powered By OneLink